Manaus, Quarta-Feira, 12 de Dezembro de 2018

Adaf certifica mais duas queijarias flutuantes em AutazesAdaf certifica mais duas queijarias flutuantes em Autazes

17:00 - 24/11/2018

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), entidade vinculada ao Sistema Sepror, neste sábado (24/11), inaugurou mais duas queijarias flutuantes no município de Autazes, distante a 108 quilômetros de Manaus. Os empreendimentos Reis do Queijo e Bom Sabor a partir de agora vão funcionar com o Serviço de Inspeção Estadual (SIE), emitido pelo órgão.

De acordo com o diretor-presidente da Adaf, Sérgio Muniz, apesar de ser um órgão fiscalizador, a Adaf vem incentivando e orientando os produtores rurais da região para que os responsáveis por esses empreendimentos se regularizem junto ao órgão e possam assim comercializar o seu produto com qualidade e com o serviço de inspeção estadual. “As fiscalizações continuarão afim de inibir a produção clandestina e daremos cada vez mais incentivo para a legalização das pequenas empresas. Acompanhando também as agroindústrias que já estão no mercado, às que estão entrando, garantindo assim,  que um produto de qualidade chegue  na mesa do consumidor amazonense”, comentou, Muniz.

Os empresários para conseguirem o selo de inspeção estadual para produzirem o seu produto tiveram que atender às normas da Adaf. Nos empreendimentos o leite será pasteurizado. A pasteurização serve para matar os microrganismos que podem causar doença aos consumidores pelo aquecimento do leite. Foram instalados a área externa de limpeza e vestuário, materiais em inox e água satisfatória para desempenhar o processo de produção dos produtos, conforme na legislação vigente. “Estou muito feliz. Nós conseguimos conquistar o antes para o presente, que é a qualidade do nosso produto. Lutamos pela qualidade para termos um produto que possa competir de igual para igual com outros que estão no mercado”, comentou, José Nildo da Silva Costa, produtor rural e empresário, da Bom Sabor.

A primeira queijaria no Amazonas foi inaugurada no município, em 2015. Neste segmento, o Estado é pioneiro, no país, a desenvolver a produção de produtos laticínios em estruturas flutuantes.

O Estado atualmente possui seis queijarias flutuantes. Quatro em Autazes, uma no Careiro da Várzea e uma na terra dos bois bumbás, Parintins. De acordo com a Adaf essas queijarias flutuantes vêm ao encontro de uma característica regional que só o Amazonas possui através do bioma de várzea e sendo flutuante, possibilita o deslocamento para a terra firme.

A capacidade de produção de cada uma delas será de 1.000 litros de leite/dia. Os empreendimentos irão processar queijo coalho de boi e de búfalo, mussarela, doce de leite e manteiga.

Participaram do evento, a equipe técnica da Adaf, pecuaristas, representantes da prefeitura e da câmera municipal do município. “Os órgãos de controle vem conscientizando de que é necessário essa mudança, o mercado exige a mudança, claro sem perdermos nossas características, mas evoluindo na questão da sanidade e  da produção”, comentou Andreson Cavalcante, prefeito de Autazes.

 

 

FOTOS: Silas Laurentino