Manaus, Quarta-Feira, 30 de Novembro de 2022

Adaf certifica queijaria artesanal no Careiro da Várzea que passa operar com selo da SIE

13:36 - 06/07/2017

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), órgão vinculado ao Sistema Sepror, dentro do trabalho de inspeção e fiscalização, certificou mais uma queijaria que passa a operar com o selo do Serviço de Inspeção Estadual (SIE-AM).

A Queijaria Artesanal Divino Sabor, localizada na zona Rural do município de Careiro da Várzea, é um estabelecimento flutuante. A queijaria familiar terá a capacidade de processar entre 500 a 1.000 litros de leite por dia, o que resulta em 50 kg e 100 kg de queijo dia. A indústria conta com um tanque para a pasteurização e processamento do leite, mesa Dessoradora, prensa, mesa de inox para embalagem, freezer vertical, funil, lava botas, lavatório, armário e torneira com adaptador para mangueira.

A queijaria, segundo a Adaf, servirá como modelo para pequenos produtores, associações e cooperativas da região, para que busquem a regularidade. De acordo com o gerente de Inspeção de Produtos de Origem Animal da agência de defesa, Haruo Takatani, com a certificação sanitária, o estabelecimento estará comercializando um produto que vai garantir mais qualidade  e agregar valor ao produtor e ao produto, em todo o processo da indústria, desde o início ao fim da produção.

“Com certeza, dentro da atividade agropecuária, esse é um momento importante, uma vez que você vai garantir um bom produto, com qualidade e marca, podendo competir no mercado a um valor mais justo para o produtor e o consumidor. Isso é primordial em toda a cadeia alimentar.”, comentou.

A estrutura da primeira queijaria do município vai utilizar apenas o leite produzido pelas vacas do rebanho da família que administra a agroindústria. Inicialmente vai produzir queijo coalho com investimento aproximadamente de R$ 120 mil reais.  A queijaria, a partir de agora, está amparada com base na Lei N°. 4223, de 08/10/2015, que dispõe sobre o serviço de inspeção no Estado do Amazonas.

Certificação agrega valor – Segundo o empresário da queijaria, Honório Gomes, com esta certificação seu produto terá mais valor no mercado, não só no município, mas também para outras regiões do Estado. “Minha vida e da minha família vai mudar bastante, o produto ganhou mais qualidade e para melhor. O que me coube nesse projeto é por que eu tenho tanto leite na várzea como na terra firme. Outra coisa fundamental foi o apoio da família”, comentou.

De acordo com diretor-presidente da Adaf, Hamilton Casara, a Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal do Amazonas (Idam) e a Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS) vem fazendo um esforço concentrado, reforçando a equipe técnica, visando a implementação de mais queijaria artesanais no  Amazonas. “Outra iniciativa que vem sendo realizada pelo Governo do Estado é a integração da rede de laticínios, queijarias e produtores de leite no sentido de melhor atender o produtor desta atividade com as boas práticas de produção, a fabricação e a educação sanitária”, destacou.

Atualmente no Amazonas existem 12 queijarias com este selo, localizadas em Autazes (04), Apuí (01), Careiro da Várzea (01), Iranduba (01), Manicoré-Matupi (01),  Itacoatiara (01), Manaus (02) e Presidente Figueiredo (01). Careiro da Várzea anualmente produz mais de 6 mil litros de leite. Ao todo 981 produtores da região estão envolvidos com a bovinocultura de corte e leite.

O modelo pioneiro de queijaria artesanal do município segundo o prefeito do município,  Ramiro Gonçalves, demonstra o comprometimento da Prefeitura Municipal que assume a responsabilidade da estruturação do que se deve fazer em várias atividades, principalmente relacionada a produção,  qualidade do queijo, levando para as escolas a importância da educação  sanitária do produtos oriundos da região.