Manaus, Terça-Feira, 23 de Abril de 2024

Adaf interdita abatedouro clandestino em Barreirinha

10:20 - 22/02/2024

O local não possuía nenhum tipo de serviço de inspeção, além de más condições higiênico-sanitárias

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), interditou, juntamente com o Ministério Público do Amazonas (MPAM), um abatedouro clandestino no município de Barreirinha (a 330 quilômetros de Manaus), por atuar de forma irregular no abate de animais. O local não possuía nenhum tipo de serviço de inspeção, além de más condições higiênico-sanitárias, além de pôr em risco a saúde pública.

Um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) foi proposto junto à Prefeitura Municipal de Barreirinha, para que o estabelecimento faça as adequações necessárias e, posteriormente, implante o Serviço de Inspeção Municipal (SIM) para o funcionamento legal, ofertando produtos inspecionados e de qualidade para a população local.

Riscos – Consumir produtos contaminados pode causar infecções alimentares, podendo ocasionar dores e desconfortos abdominais, náuseas, vômitos, febre e diarreia, entre outros sintomas. Em casos mais graves, pode levar à morte.

Exigência – Todo estabelecimento que manipula produtos de origem animal, deve estar cadastrado no Serviço de Inspeção, seja ele municipal (SIM), Estadual (SIE) OU Federal (SIF), que dá garantia ao consumidor de que o local está dentro das normas sanitárias vigentes.