Manaus, Quarta-Feira, 16 de Outubro de 2019

Adaf participa da XVII Semana de Agronomia da Ufam

16:27 - 08/10/2019

Adaf participa da XVII Semana de Agronomia da Ufam
Nesta terça-feira (8), o engenheiro agrônomo da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), Luiz Fernando, participou do I Encontro Regional dos Estudantes de Agronomia, da Universidade Federal do Amazonas (Ufam). A programação faz parte da XVII Semana de Agronomia (Semagro). Na oportunidade, a Adaf realizou uma palestra sobre o Programa Nacional de Erradicação da Mosca da Carambola (PNEMC).

Durante a palestra, o gerente de defesa vegetal da Adaf, Luiz Fernando, explicou para os alunos e professores do curso de engenharia agronômica, sobre a importância de não transportar frutos hospedeiros da mosca da carambola para o Estado do Amazonas e como a Adaf tem atuado nas fiscalizações para que impeça a entrada desses frutos.

Sobre a praga – A mosca da Carambola está associada aos prejuízos que pode causar a produção dos frutos hospedeiros, as restrições impostas pelo mercado consumidor, as implicações de medidas de controle e aos impactos econômicos, políticos, sociais e ambientais do aparecimento e disseminação dessa praga. Alguns frutos hospedeiros da praga são: carambola, manga, goiaba caju, laranja, acerola, tangerina, jambo, taperebá, acerola, bacupari, abiu, tangerina, jaca, tomate e entre outras.


Na ocasião, o professor de engenharia agronômica da Ufam/Itacoatiara, Arthur Cardoso, que estava acompanhando os alunos do município, comentou o tema da palestra da Adaf e considerou o trabalho de defesa agropecuária importante. “Nós professores sempre explicamos para os alunos sobre a importância da defesa agropecuária e essa explicação veio nos lucidar algumas informações de como são feitas as barreiras, onde elas estão localizadas e como a Adaf atua. Além de explicar também sobre as pragas quarentenárias resistentes nesses locais que precisam ser contidas para que possamos manter o Estado preservado”, disse o professor. 

A palestra teve como proposta esclarecer dúvidas dos alunos sobre os cuidados que deve haver e, como Adaf atua para que esses frutos não entrem no Estado. Para Beatriz Amaral, aluna do 5º período do curso de engenharia agronômica da Ufam/Itacoatiara que está participando da Semagro, comentou a relevância de ter obtido as informações. “A palestra me fez entender como funciona a fiscalização desses produtos para que não venham para o nosso Estado com pragas, para que não afete produtores e que não venha ter prejuízos. Foi de suma importância para nós, estudantes de agronomia entender mais sobre o processo”, comentou a estudante.


Atualmente a autarquia atua em conjunto com a Agência de Defesa Agropecuária do Estado de Roraima – (Aderr), onde realizam operação contínua de fiscalização na Barreira de Fiscalização Agropecuária – BVA situada na Vila do Jundiá-RR.