Manaus, Terça-Feira, 05 de Março de 2024

Adaf prorroga notificação da vacinação contra a febre aftosa

09:26 - 14/09/2023

Comunicação que se encerraria amanhã (15/09) poderá ser feita até o dia 29 de setembro

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) informa aos produtores dos 41 municípios do Estado onde a campanha de vacinação contra a Febre Aftosa foi encerrada no dia 30 de agosto, que o prazo para notificação da imunização foi estendido do dia 15 para o dia 29 de setembro. A autarquia esclarece que apenas produtores que adquiriram o imunizante até o encerramento da vacinação, estão contemplados pela postergação.

A medida foi autorizada pelo Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) e busca atenuar os episódios de instabilidade na cobertura de internet em alguns municípios contemplados nesta etapa da campanha. A comunicação da vacinação pode ser feita junto a um dos escritórios da Adaf ou por meio do atendimento remoto da autarquia, no telefone (92) 99238-5568.

A segunda etapa da campanha de vacinação se estendeu a bovinos e bubalinos de até 24 meses, localizados nos municípios de Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Fonte Boa, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maraã, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini, Urucará, Urucurituba.

A vacinação do rebanho é obrigatória e segue as diretrizes do Programa Nacional para Vigilância da Febre Aftosa (Pnefa), que tem como objetivo principal criar e manter condições sustentáveis para garantir o status de país livre da febre aftosa e, ainda, ampliar as zonas livres de febre aftosa sem vacinação, protegendo o patrimônio pecuário nacional e gerando o máximo de benefícios aos atores envolvidos e à sociedade brasileira.

O produtor que não realizar a notificação dentro do prazo ficará registrado na Adaf como se não tivesse imunizado seu rebanho, ficando sujeito ao pagamento de multa no valor de R$ 40 por animal, mais R$ 300 por propriedade, além de ficar impedido de movimentar seus animais.

A agência alerta que o prazo para notificação se estende aos produtores que tenham bovinos e bubalinos fora da faixa etária de vacinação. Em caso de descumprimento, eles estarão sujeitos ao bloqueio da ficha e ao pagamento de multa.

Doença

A febre aftosa é uma doença causada por um vírus de RNA da família Picornaviridae e do gênero Apthovirus, altamente contagioso, que acomete bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, suínos e outros animais de cascos fendidos. A transmissão acontece, principalmente, por via respiratória ou por contato direto ou indireto com animais infectados.