Manaus, Sábado, 28 de Maio de 2022

Adaf prorroga novamente primeira etapa da campanha Amazonas Sem Febre Aftosa

13:00 - 12/05/2022

Com nova prorrogação, criadores têm até 30 de maio para vacinar seus rebanhos, e até 3 de junho para notificar a vacinação

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) obteve autorização do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para prorrogar por mais 17 dias a Campanha de Vacinação contra Febre Aftosa nos 41 municípios amazonenses onde a imunização ainda é obrigatória. O motivo foi a falta de vacinas nas casas agropecuárias. Um novo lote com 100 mil doses de vacina já chegou ao estado, normalizando o abastecimento de imunizantes.

Com a nova prorrogação da primeira etapa da campanha Amazonas Sem Febre Aftosa, os criadores de bovinos e bubalinos, de todas as idades, têm até o dia 30 de maio para vacinar o rebanho, e até 3 de junho para notificar a vacinação na unidade da Adaf em seu município. A vacinação foi estendida para dar oportunidade aos produtores que ainda não garantiram a imunização dos mais de 530 mil animais contemplados nesta fase.

Quem não vacinar seu gado estará sujeito a multa de R$ 40 por animal, e de R$ 300 por propriedade. Nesta etapa, a vacinação é obrigatória nas cidades de Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Atalaia do Norte, Autazes, Barreirinha, Benjamin Constant, Beruri, Boa Vista do Ramos, Borba, Caapiranga, Careiro, Careiro da Várzea, Coari, Codajás, Fonte Boa, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Japurá, Jutaí, Manacapuru, Manaquiri, Manaus, Maraã, Maués, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Parintins, Rio Preto da Eva, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tabatinga, Tefé, Tonantins, Uarini, Urucará e Urucurituba.