Manaus, Quarta-Feira, 14 de Abril de 2021

Adaf renova certificação sanitária de abatedouro de suínos na zona rural de Manaus

16:00 - 22/12/2020

Empreendimento retoma as atividades e garante Serviço de Inspeção Estadual

 

O Governo do Estado, por meio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), vinculada à Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), renovou, nesta terça-feira (22/12), o Serviço de Inspeção Estadual (SIE) do segundo abatedouro de suínos do Estado. Localizado na Fazenda Santa Terezinha (quilômetro 15 da BR-174), o empreendimento, inaugurado em janeiro de 2019, retomou as atividades e garantiu a certificação que atesta o cumprimento das diretrizes da legislação sanitária na produção e beneficiamento dos alimentos de origem animal.

Com capacidade de abater 200 animais por dia, o estabelecimento vai comercializar carcaça, pé, orelha, rabo e costela dos animais. O local realiza o ciclo completo do abate, iniciando na pocilga, que recebe animais de diversas propriedades que trabalham com suinocultura. Em seguida os suínos são encaminhados à linha de abate, depois para a câmara de resfriamento e, por fim, para a distribuição. 

“O que eu gosto de mostrar é que aqui é realmente o ciclo completo, que ele nasceu e abateu, tudo dentro das leis ambientais e também sanitárias. Porque não é interessante você fazer uma propriedade muito bonita se a parte sanitária, que é mais importante, que é da inspeção, que cobre toda a cadeia de produção, se não tiver a inspeção, você não é nada. Então foi isso que eu busquei”, ressaltou o proprietário do abatedouro, Felisberto Sarkis.

Em 2020 a Adaf renovou o SIE de 45 empreendimentos que trabalham com produtos de origem animal. Todos os estabelecimentos registrados devem ser renovados anualmente, sob pena de ter as atividades suspensas até que sejam sanadas as pendências administrativas.

“Nosso trabalho vem para garantir a saúde dos alimentos que vão chegar até a mesa do consumidor final. A Adaf, como órgão competente do Estado, atua em toda a cadeia de produção de alimentos de origem animal, desde suínos, bovinos, pescado, leite e mel”, destacou Jeffison Ferreira, coordenador de abatedouros da Adaf.

Segurança alimentar – A Adaf certifica, ainda, empresas especializadas em produtos regionais; produtos cárneos, leites e derivados; abatedouros de bovídeos, aves e jacarés; queijarias artesanais; entrepostos de ovos, de carne e de pescado; além de fábricas de laticínios, tanto na capital quanto no interior.

Atualmente há 167 estabelecimentos com SIE ativo no Amazonas. O registro aplica-se aos produtos de origem animal destinados ao comércio nos limites do estado. O selo garante que os produtos estão dentro dos padrões higiênico-sanitários previstos na legislação, agregando valor ao produto final, garantindo a segurança alimentar e atestando a qualidade junto ao consumidor.

FOTOS: Bruno Zanardo/Secom