Manaus, Domingo, 04 de Dezembro de 2022

Atendimento remoto da Adaf é sucesso entre produtores, e ampliação é estudada

10:53 - 10/05/2022

Desde que foi lançada, há três meses, plataforma on-line já registrou demandas de 460 produtores rurais

Em funcionamento há apenas três meses, o atendimento remoto implementado pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) já é um sucesso entre os produtores rurais e deve passar por ampliação em breve. Desde que foi lançada em janeiro deste ano, a plataforma digital vinculada ao aplicativo de mensagens WhatsApp registrou 460 atendimentos de produtores de todo o Brasil, em especial dos estados do Amazonas, Rondônia e Acre.

Além de ampliar os atendimentos realizados na sede da autarquia, em Manaus, e nas Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs), no interior do Amazonas, a inovação tem o objetivo de facilitar o acesso do público aos serviços já ofertados pela Adaf na modalidade presencial.

Segundo o médico veterinário fiscal agropecuário da Adaf, que atua como um dos supervisores do atendimento on-line, Laércio Reis, três atendentes e dois supervisores da Adaf, além de um atendente do Fundo de Defesa Agropecuária do Estado do Amazonas (Fundepec), estão envolvidos no processo de gestão e atendimento do chat, que vem registrando de dez a 13 atendimentos diários.

“Temos atendimentos de quase todos os estados do Brasil, sendo sua maioria do Amazonas, Rondônia e Acre. As principais solicitações dos produtores rurais estão relacionadas a emissões de Guia de Trânsito Animal (GTA), declarações e pedidos de informações”, afirmou.

Ampliação – A intensa adesão de produtores ao atendimento remoto, que encurta distâncias e evita a necessidade de grandes deslocamentos, principalmente daqueles que têm propriedades nas zonas rurais dos municípios, vem suscitando estudos para que o corpo de atendimento seja reestruturado e os atendimentos ampliados. A expansão pode viabilizar inclusive a oferta de novos serviços na modalidade on-line.

Uma semana após ser lançado, no dia 24 de janeiro, o serviço já registrava 187 demandas contabilizadas pelos atendentes, dentre elas solicitações de emissão de GTA (que precisam ser impressas para apresentação física), declarações e pedidos de informações.

Para o diretor-presidente da Adaf, Alexandre Araújo, a adesão em massa dos produtores aos serviços digitais da Adaf é uma constatação da necessidade de adaptar a oferta de serviços às propriedades situadas em localidades mais distantes, realidade que foi evidenciada durante a pandemia de Covid-19.

“A tecnologia tem o importante papel de encurtar essas distâncias e garantir que o produtor de qualquer município do estado tenha o mesmo apoio da Adaf que aquele sediado em Manaus. Este é um compromisso do governador, Wilson Lima, que ao longo de seu governo vem priorizando o setor primário”, destacou o gestor.

Para dar início a um atendimento digital junto à Adaf, basta que o produtor mande uma mensagem de texto para o número (92) 99238-5568 (WhatsApp). O sistema, operado por meio de inteligência artificial, direciona o interessado a um atendente para que seja protocolizada a solicitação.

Avaliação – Ao término de cada atendimento, os produtores têm a possibilidade de responder uma pesquisa para avaliar a experiência junto a plataforma e o grau de satisfação quanto ao atendimento recebido. Por meio do recurso, os serviços são otimizados. Em uma escala que vai de 1 a 5, os usuários avaliam o atendimento remoto, atualmente, com 4,6 a performance dos atendentes e 4,7 para o tempo de espera.

Ainda com base na pesquisa de satisfação, 81% dos produtores atendidos disseram incentivar e divulgar a utilização da plataforma.