Manaus, Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019

Escritório de Atendimento à Comunidade da Adaf em Novo Remanso inicia emissão de e-GTA eletrônica

11:18 - 10/01/2019

O Escritório de Atendimento à Comunidade (EAC), do Distrito de Novo Remanso, em Itacoatiara da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), autarquia vinculada à Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), nesta quarta-feira (09/01), iniciou a emissão da e-GTA eletrônica, por meio do Sistema de Defesa Agropecuária do Amazonas (Sidaam).

Sobre o Sidaam- O Sidaam oportuniza o acesso eletrônico dos serviços oferecidos pela Adaf aos produtores rurais com diversas funcionalidades, dentre elas a emissão de Guias de Trânsito Animal (GTA), documento obrigatório tanto para o trânsito intraestadual como interestadual de animais independente da finalidade. No momento foram emitidas 3 GTAs, duas para abate e uma para engorda.

 Através do sistema, o produtor rural poderá também consultar o saldo e extratos de movimentação do rebanho, segunda via daGTA emitida ou recebida e o e-GTA para verificar sua autenticidade, além da declaração de vacinação; Emissão de Permissão de Trânsito Vegetais (PTV), Certificado Fitossanitário de Origem (CFO), Certificado Fitossanitário de Origem Consolidado (CFOC), realização de rastreamento, identidade de produtos e subprodutos de origem animal, vegetal e suas partes.

Para isso, a Adaf vem investindo em recursos humanos, infraestrutura, especialmente em equipamentos de informática, através de recursos próprios e um convênio com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). Neste ano, foi realizada a aquisição de 72 computadores que serão enviados às Ulsavs até dezembro. Além desse quantitativo, foram adquiridos mais 52 computadores, sendo que 42 computadores estão sendo utilizado na sede da Adaf na capital e 10 foram encaminhados para as unidades no interior.

O Sistema vem para atender tanto uma exigência do Mapa, do Ministério Público Federal (MPF), em atendimento à lei de acesso à informação, da Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (Faea) e dos produtores rurais.

O Sidaam seguiu o modelo do sistema de defesa agropecuário de Goiás (Sidago), criado pela Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa). Para isso, em maio deste ano, a equipe técnica, da área de tecnologia da informação (TI) da Adaf, visitou o estado goiano, para conhecer o Sidago, desenvolvido na respectiva entidade para discutir as ações que iriam melhorar as atividades tecnológicas da Adaf no Amazonas.

Em julho, o responsável pela arquitetura técnica do sistema e o principal desenvolvedor da plataforma online de Goiás, Kennedy Arantes, veio a Manaus para contribuir com os últimos ajustes para sistematização dos serviços tecnológicos da Adaf. O Sidaam já estava sendo operacionalizado de modo off-line.

De acordo com o responsável por implantar o sistema na Adaf e coordenador de tecnologia da informação, Vanderley Encarnação, para que o Sidaam fosse implantado, as principais necessidades foram levantadas para a modernização da infraestrutura de TI, da agência que até então eram deficientes e ultrapassadas. Técnicos da defesa animal, vegetal, inspeção e agrotóxicos contribuíram também com o processo de validação de procedimentos feitos atualmente na Adaf. “Teremos acesso rápido às informações necessárias e maior velocidade para operações dos dados, gerando ainda mais qualidade nos serviços prestados pela Adaf”, comentou Encarnação.

Treinamento – Em setembro, um total de 41 servidores da Adaf recebeu treinamento para a implementação do Sidaam.

Inicialmente, participaram do treinamento servidores das Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsav), dos municípios de Humaitá, Boca do Acre, Apuí, Lábrea, Guajará e Manicoré (Matupi), regiões prioridades, em função de acompanharem o bloco 1 para a retirada da vacina contra a febre aftosa a partir de junho de 2019.

Em seguida, os municípios da Região Metropolitana de Manaus e do Baixo Amazonas participaram do treinamento: Autazes, distrito de Novo Céu – Autazes, Beruri, Boa Vista do Ramos, Caapiranga, Careiro Castanho, Careiro da Várzea, Iranduba, Guajará, Itacoatiara e o distrito de Novo Remanso, Itapiranga, Manacapuru, Manaus, Maués, Nhamundá, Novo Airão, Parintins, Presidente Figueiredo, Rio Preto da Eva, Silves, Urucurituba e Urucará.