Manaus, Sábado, 29 de Janeiro de 2022

Expoagro encerra 43ª edição com movimento de mais de R$ 103 milhões

15:13 - 13/12/2021

Em formato híbrido, evento realizado pelo Governo do Estado recebeu 45 mil visitantes em quatro dias

A 43ª Exposição Agropecuária do Amazonas (Expoagro), maior evento de agronegócios do estado, encerrou as atividades na noite do domingo (12/12) com uma movimentação de mais de R$ 103 milhões, entre negócios e operações de crédito. A feira, que neste ano aconteceu de forma presencial e virtual, recebeu mais de 45 mil visitantes, respeitando as normas dos órgãos de controle sanitário, e reuniu aproximadamente 300 expositores, entre agricultores, pecuaristas, pescadores, piscicultores, comerciantes e empresas.

A feira é uma realização do Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror) e demais órgãos do Sistema Sepror – Agência de Desenvolvimento Sustentável (ADS), Instituto do Desenvolvimento Agropecuário e Florestal (Idam) e Agência de Defesa Agropecuária (Adaf), e com transmissão pela Rede de Rádio e TV Encontro das Águas. O evento aconteceu de quinta-feira (09/12) a domingo (12/12), no Kartódromo da Vila Olímpica, no bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus.

Do total de negócios financeiros, foram registrados R$ 46 milhões em movimentação dos agentes financeiros/crédito rural; R$ 51 milhões nos estandes comerciais, puxado pela venda de máquinas e equipamentos; R$ 1,5 milhão em vendas de animais; R$ 1,85 milhão em vendas de comidas e bebidas; R$ 250 mil registrado pelos pequenos empreendedores do Empório Sebrae; e R$ 2,9 milhões em demais negócios.

Além disso, a Feira registrou a participação de 688 produtores em 47 capacitações, palestras e workshops oferecidos na programação, e mais de 6 mil acessos à plataforma digital www.expoagroam.com.br.

“A Expoagro 2021, no formato híbrido, presencial e virtual, superou todas as nossas expectativas. Tanto em negócios, em segurança sanitária, quanto na esperança por novas oportunidades e retorno das atividades produtivas em 2022. O local, Kartódromo de Manaus, também foi muito bem avaliado pelos expositores e público”, disse Petrucio Magalhães Júnior, titular da Sepror.

Atividades e eventos – Durante os quatro dias da Expoagro, aconteceram diversas atividades paralelas nos estandes e espaços da Feira, como o recorde na produção de leite, durante o concurso leiteiro; a cerimônia do selo de Indicação Geográfica (IG) para o abacaxi da Vila Caramuri, em Novo Remanso, Itacoatiara, o II Seminário de Bioeconomia do Amazonas; e a adesão do Estado ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA).

“Quero agradecer ao nosso governador Wilson Lima pela confiança, por essa identidade que ele tem com o setor primário, com o interior do Amazonas. Essa vontade de cumprir essa missão dada por Deus, que é governar o Amazonas. Essa equipe do Sistema Sepror formada pelo governador, é para servir o setor primário”, destacou Petrucio.

O diretor-técnico da ADS, Leandro Goes, salientou a satisfação pelo trabalho realizado na Exposição. “Ficamos muito satisfeitos e realizados, pois conseguimos trazer muita alegria para o produtor rural, para o setor primário, para o público visitante, e isso nos traz muita satisfação ao encerrarmos o ano de 2021, apesar de todos os desafios com a realização da 43ª Expoagro”.

Selo IG do Abacaxi – Na tarde de sábado (11/12), no estande do Sebrae, ocorreu a cerimônia de lançamento do selo de Indicação Geográfica (IG), concedido para as Associações de Produtores de Abacaxi da Região de Novo Remanso (Encaren).

Na ocasião estiveram presentes gestores do Sistema Sepror e também o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária (Faea), Muni Lourenço; o representante do Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (Mapa), Vinicius Lopes; e o presidente da Encaren, Daniel Silva.

Concurso leiteiro – A vaca Girolando Odete Fiv Mccuthin AX 8860 foi a campeã do concurso leiteiro promovido na 43ª Expoagro, batendo o recorde de produção de leite/dia do Amazonas, ao atingir média de 60,57 quilos. O recorde amazonense era de 54 quilos, da vaca Tubarão da Fazenda ING Ferradurinha. O animal da raça Girolando pertence à Fazenda São Pedro de propriedade do fazendeiro Francisco Helder Peixoto (Chicão).

Sisbi-POA – O Governo do Amazonas, por meio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), anunciou a adesão do Estado ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi- POA).

Com a adesão, 164 estabelecimentos registrados no Serviço de Inspeção Estadual (SIE) terão a oportunidade de comercializar seus produtos e subprodutos de origem animal em todo o Brasil. Até então, os produtores cadastrados ao sistema estadual ficavam limitados à atuação no Amazonas.

Feira – A 43ª Expoagro é a maior vitrine do setor agropecuário no estado. Trata-se de uma feira tradicional, cuja realização foi interrompida durante seis anos, tendo sido resgatada pelo Governo do Estado em 2019, quando movimentou R$ 78 milhões.

Em 2020, a Expoagro ocorreu de forma 100% virtual, movimentando cerca de R$ 60 milhões no agronegócio do estado, alcançando todas as regiões do Brasil e 22 países entre América do Sul, Ásia, Europa e América Central. Durante os três dias da feira no ano passado, a plataforma do evento teve 22 mil visualizações. Além disso, o evento gerou mais de 200 mil visualizações nas redes sociais da TV Encontro das Águas, Sepror e Governo do Amazonas.