Manaus, Segunda-Feira, 04 de Março de 2024

Feira Nilton Lins: Selos de inspeção e monilíase são temas de palestras da Adaf

17:08 - 10/08/2023

O repasse de conhecimentos ocorreu hoje durante o segundo dia de atividades da Feira de Agronegócios Nilton Lins

O Serviço de Inspeção Estadual (SIE-AM), Selo Arte e a praga Monilíase foram os temas das três palestras promovidas pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) nesta quinta-feira (10/08), durante o segundo dia de atividades da VII Feira de Agronegócios Nilton Lins, no bairro Flores, na zona Centro-Sul de Manaus.

Durante a troca de conhecimentos sobre o SIE-AM, iniciada às 9h e ministrada pelo médico veterinário da autarquia, Leonardo Assis, universitários, profissionais da área e produtores puderam conhecer os tipos de estabelecimentos que devem obrigatoriamente possuir o selo, e quais os riscos de levar para casa produtos de origem duvidosa.

No Amazonas, a Adaf é o órgão responsável por inspecionar, fiscalizar e controlar o cumprimento de boas práticas higiênico-sanitárias na fabricação de produtos de origem animal. Para atingir os padrões de qualidade e sanidade, itens como carnes, peixes, queijos, manteigas, entre outros alimentos, devem ter em seus rótulos o selo de inspeção estadual.

A obtenção do SIE-AM é composta por três fases previstas no “Manual Processual”, conforme o Decreto nº 43.947, de 28 de maio de 2021: vistoria prévia do terreno e entrega de documentos; análise de projetos e entrega das plantas, projetos ou croquis; e a análise de rotulagem/rótulo, além da entrega de documentos.

Selo Arte

A segunda palestra do dia também teve como foco a inspeção de produtos de origem animal, mas desta vez voltada a alimentos produzidos de forma artesanal e certificados por meio do Selo Arte. O selo artesanal é um certificado concedido no Amazonas pela Adaf a produtos alimentícios de origem animal que comprovadamente foram elaborados com base em receitas e processamentos com características tradicionais, regionais ou culturais.

Esta modalidade de certificação desempenha um papel importante na economia do Amazonas, já que os produtos com este registro podem ser comercializados em todo o Brasil.

Mel, queijos, embutidos, entre outros, estão entre os produtos que podem receber o selo arte. Para que isso aconteça, os estabelecimentos interessados precisam possuir cadastro ativo nos Serviços de Inspeção Federal (SIF), Estadual (SIE) ou Municipal (SIM); entrar no Sistema Eletrônico de Cadastro Nacional de Produtos Artesanais (CNPA) e protocolizar a petição junto com os documentos necessários à análise técnica.

Monilíase

A monilíase é uma praga que ataca frutos de cacau e cupuaçu, com grande potencial destrutivo, podendo causar enormes perdas aos produtores. A palestra “Monilíase do cacaueiro e do cupuaçuzeiro: panorama geral no Amazonas” foi ministrada pelo gerente de Defesa Vegetal da Adaf, Sivandro Campos, que detalhou as atividades que a autarquia vem desenvolvendo sob a coordenação do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa) na região do Alto Solimões. No ano passado, focos da praga – causada por um fungo – foram detectados nos municípios de Tabatinga e Benjamin Constant. Desde então, Adaf e Mapa, com o apoio de prefeituras municipais, Idam, Funai, Ifam e várias outras instituições, têm atuado para conter e erradicar a praga.

Estudantes e produtores tiveram a oportunidade de conhecer as características da praga e estratégias de prevenção.