Manaus, Domingo, 24 de Outubro de 2021

No Careiro da Várzea, pecuaristas recebem suplemento alimentar para gado

14:40 - 24/09/2021

Pequenos produtores da região receberam sacos de farelo de soja e sal mineral numa ação executada pelo Sistema Sepror

Oitenta e seis pecuaristas do município do Careiro da Várzea (distante 25 quilômetros de Manaus) receberam, na manhã desta sexta-feira (24/09), do Governo do Amazonas, suplemento alimentar para gado. Ao todo, foram entregues 43 toneladas de farelo de soja e 10 toneladas de sal mineral (Phos 40), sendo 860 sacos de farelo e 344 sacos de sal. O Careiro da Várzea é o terceiro, de 12 municípios a ser contemplado nesta ação.

A ação foi coordenada pelo Sistema Sepror, por meio da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS). Na ocasião, a presidente do órgão, Michelle Bessa, destacou que esta ação busca atender aqueles criadores de gado, com até 25 animais, que foram afetados pela cheia dos rios.

“Estamos aqui para reafirmar o compromisso do Governo do Estado, o compromisso do governador Wilson Lima, com o setor primário e com os produtores, pecuaristas e pescadores locais. A cheia histórica que afetou nossa região este ano impactando, diretamente, vocês, criadores de gado. E entendemos que este benefício é essencial para dar continuidade ao trabalho e para a geração de renda”, destacou Michelle Bessa.

Moradora da comunidade Nova vida, localizada no Ramal do 4, após o Ramal do Pururu, na zona rural do Careiro da Várzea, Maria Nogueira foi uma das pecuaristas contempladas. Hoje ela possui 18 cabeças de gado e relatou que enfrenta um momento crítico, resultado da cheia do rio.

“Eu trabalho sozinha e, onde moro, a enchente veio muito por trás e levou metade do campo. O capim morreu e a terra firme demora para se recompor, ainda preciso replantar. Então, receber esse suplemento alimentar do governo foi uma benção, porque é como eu vou conseguir aguentar até que o capim se recomponha. Eu estou feliz e grata a Deus”, afirmou dona Maria.

Os critérios para recebimento do suplemento são: estar em um município afetado e reconhecido em estado de emergência e que esteja sendo atendido pelo Projeto Prioritário do Idam; ser pecuarista afetado ou impactado pela cheia; estar cadastrado na Adaf; possuir carteira de produtor do Idam; possuir plantel de bovídeos de até 25 animais; e consumo emergencial de 1kg de farelo de soja e 50g de sal mineral por animal.

Agricultura Familiar – Ainda no município, o Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza do Amazonas (FPS), entregou um cheque-pagamento no valor de R$ 150 mil para a Associação de Produtores Rurais da Região do Peruano.

Com o investimento, a associação irá adquirir seis triciclos, uma grade aradora e um calcariador, que serão utilizados no preparo da terra para plantação, na colheita e no transporte da produção de dentro da lavoura para o ramal onde pode ser colocado nos caminhões, visando a melhoria na qualidade de vida do produtor rural e agregando valor aos produtos e aumentando a renda familiar de cada produtor.

As ações desenvolvidas serão voltadas à agricultura familiar, com a produção de abacaxi, cupuaçu, macaxeira, banana, melancia, farinha e oleicultura. 

Durante a ação, o Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) entregou 15 cartões do produtor primário (CPP) a produtores locais.

 

 

FOTOS: Djalma Junior/Sepror