Manaus, Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018

Programa de Vigilância Fitossanitária – VIGIFITO


  • Apresentação:

Têm como objetivo a fiscalização de veículos passíveis de transportar carga de origem vegetal e suas partes sem documentação fitossanitária e/ou proibidos, coibindo a internalização de pragas quarentenárias ausentes com ênfase para a Mosca da carambola.

O controle do nível de alcance das metas estipuladas é realizado por meio dos seguintes indicadores de desempenho:

  • Guarnição das fronteiras do Estado por meio das Barreiras de Vigilância Agropecuária – BVAs;

  • Fiscalização de veículos, principalmente os portadores de cargas de origem vegetal, em trânsito pelo estado ou em vias de internalização destes produtos;

  • Exame e análise de documento de sanidade e fiscal;

  • Inspeção fitossanitária de vegetais e suas partes;

  • Colheita de amostras de material passível de abrigar pragas ou ainda disseminá-las;

  • Envio de amostra para Unidade Central e encaminhamento a laboratório credenciado para análise e parecer oficial;

  • Medidas fitossanitárias visando à prevenção ao controle e a erradicação de pragas;

  • Abordagem itinerante (volante) para interceptação de cargas vegetais inconformes.


  • Coordenador:

Chrissostomo Pereira Nina Neto – Técnico em Agropecuária.


  • Contato:

Fone: xxx-xxxx

E-mail: defesavegetalam@gmail.com


  • Legislação e Manuais:

Portaria Nº 001/2011 – GSEC/SEPROR, de 07 de janeiro de 2011 – Mosca da Carambola/Presidente Figueiredo.

Portaria N.º 059/2011 – GSEC/SEPROR, de 29 de agosto de 2011 Mosca da carambola/Parintins.

Portaria Nº 068/2011 – ADAF/SEPROR, de 19 de outubro de 2011 – Mosca da carambola/Parintins.

Portaria Nº 069/2014 – ADAF/SEPROR, de 28 de maio de 2014 – Mosca da carambola/Parintins.