Manaus, Sábado, 21 de Setembro de 2019

Proposta de TAC para melhorar a produção do queijo é debatido com o MPE e órgãos fiscalizadores

15:36 - 25/04/2019


Uma proposta de construção de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para buscar soluções e melhorar a produção do queijo artesanal no Amazonas foi pauta de uma reunião realizada nesta quinta-feira (25), entre órgãos do Sistema Sepror, a Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) e o Instituto de Desenvolvimento Agropecuária Florestal e Sustentável do Amazonas (Idam), o Ministério Público Estadual do Amazonas (MPE-AM), a Superintendência Federal da Agricultura no Amazonas (SFA-AM), a Federação da Agricultura e Pecuária do Amazonas (FAEA), produtores e representantes dos municípios de Autazes, Itacoatiara, Presidente Figueiredo  e Careiro da Várzea.

Na ocasião, ficou definido que será criado um Grupo de Trabalho para alinhar as diretrizes do TAC, em consonância com os atores envolvidos, entre eles produtores rurais, órgãos fiscalizadores e consumidores.

A formatação do TAC deverá atender os requisitos da legislação de inspeção de produtos de origem animal.


Ainda ontem (24), o Sistema Sepror (Idam, Adaf e Ads), reuniu com a área técnica para discutir sobre a ampliação do programa “Rota do Queijo” que deverá ser instituído ainda este ano e, seguirá os padrões dos programas Pró-Calcário e Pró-Mecanização da Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror).