Manaus, Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019

Sepror oferece curso de gestão mercadológica para produtores rurais

14:33 - 22/07/2019

 

Buscando capacitar produtores rurais do Estado do Amazonas, a Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror), por meio do Departamento Pedagógico (Depe) e da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Estado do Amazonas (ADS), iniciou, na manhã desta segunda-feira (22/07), no auditório do órgão, o curso “Gestão Mercadológica: Da Produção ao Varejo (Capacitação empreendedora e financeira)”.

Com a presença de produtores rurais, o secretário de Produção Rural, Petrucio Magalhães Júnior, destacou que existe um vasto mercado no Amazonas para quem pretende trabalhar no setor primário. “Tem espaço pra todo mundo trabalhar. Tenho percebido que tanto homens quanto mulheres, estão ativamente administrando os negócios. Que eles possam levar esses conhecimentos para os seus lares e que possam crescer com o apoio do Sistema Sepror”, declarou Petrucio.

Entre os temas que foram debatidos estão: análise de mercado, dados do segmento (produção rural), levantamento do perfil empreendedor do público alvo, comercialização e marketing, mix de marketing com produto, promoção, preço e praça no agronegócio; e noções de comportamento do consumidor, entre outros.

Estudar para crescer no setor – Trabalhando com agricultura familiar há mais de 30 anos, o microempresário e agricultor José Nilson Marinho conta que desde que começou a acompanhar técnicos agrícolas, com intuito de melhorar o plantio das frutas e verduras que produz, voltou a estudar e quis se aperfeiçoar com o curso de gestão mercadológica oferecido pela da Sepror.

Para ele, o momento é de aprendizado para que possa seguir crescendo no setor primário, no ramal do Brasileirinho, onde atualmente produz cerca de 2 mil produtos, entre frutas e hortaliças. “Tenho minha produção e faço tanto o trabalho de plantio quanto o de venda, com a minha família. Meu grande sonho é que daqui a dez anos eu possa ter meus funcionários e ficar apenas administrando. Tenho certeza que este curso sobre gestão vai me ajudar a crescer e realizar meus sonhos”, destacou.

Qualificação dos produtores – Para a produtora rural Jéssica Louyce, 29 anos, que vende alimentos e artesanatos nas feiras de produtos regionais da Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS), o curso de capacitação realizado pelo Sistema Sepror (ADS, Adaf e Idam), ajuda na qualificação dos produtores e os incentivam a participar dos programas realizados pela Agência.

“Estamos em constante evolução e com este curso passamos a ter uma visão ainda mais ampla do mercado a qual estamos inseridos, não esquecendo das oportunidades que a ADS nos oferece de participar das feiras, ajudando o agricultor a vender o seu produto direto para o consumidor final”, disse Louyce.

Segundo o presidente da ADS, Flávio Antony Filho, a capacitação dos produtores é fundamental para que se tenha crescimento no setor. “É um curso muito importante, nós temos que capacitar, dar crédito, mas também ensinar a gerir o crédito. O que nós queremos por meio deste curso é que os produtores alcancem esse crédito, e fazer com que, principalmente os pequenos produtores, entendam que são empresários e que precisam gerir o negócio”, afirmou Flávio.

Técnicas – Formado em administração pelo Centro Universitário do Norte (Uninorte) e mestre pela Universidade Federal de Pernambuco, o professor Ely Lemos de Oliveira, que atualmente coordena os cursos de Administração e Superior Tecnológico em Logística na Ulbra/Manaus, conta que a aula proporciona aos estudantes, técnicas de gestão de negócios voltadas ao campo.

“Temos oportunidade de plantar muita coisa em solo amazonense, precisamos apenas saber como melhorar a nossa gestão mercadológica para se adaptar ao mercado e poder crescer, não somente como produtor, mas pensar como empresários que somos”, finalizou Ely Lemos.

Software – Ao final, de acordo com o mestre, os participantes ainda irão receber orientações sobre o uso de um software, que facilitará a vida do produtor rural. Com linguagem simples, o programa irá ajudar na tomada de decisões e facilitará o dia-dia do agricultor no campo.