Manaus, Sábado, 26 de Novembro de 2022

Sistema Sepror apresenta novidades na ExpoAmazônia

09:16 - 30/06/2022

A exposição tem como objetivo promover debates e integralização dos Polos de Bioeconomia da região

O Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), participará, nesta quinta-feira (30/06), da abertura da ExpoAmazônia, no Centro de Convenções do Amazonas – Vasco Vasques, localizado no bairro de Flores, zona Centro-sul. A Sepror e suas entidades vinculadas vão expor seus principais programas de fortalecimento do setor primário na região.

O Sistema Sepror é composto pelo Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado (Adaf) e Agência de Desenvolvimento Sustentável do Amazonas (ADS).

O evento é realizado pela Associação do Polo Digital do Amazonas (APDM), em conjunto com o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti); Centro de Biotecnologia (CBA) e Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam).

A Exposição, que se inicia nesta quinta (30/06) e vai até sábado (02/07), tem como propósito o crescimento das matrizes viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta Amazônica e desenvolvimento econômico e social dos povos da Amazônia.

Defesa Agropecuária

Responsável por desenvolver a política estadual de defesa agropecuária, preservando o patrimônio animal e vegetal do Amazonas, a Adaf exporá aos visitantes um totem interativo. A plataforma estará fixada no estande do Sistema Sepror e, via código QR, oportunizará aos interessados a possibilidade de navegar pelas gerências de Defesa Animal (GDA), de Defesa Vegetal (GDV), de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Gipoa) e de Agrotóxicos e Insumos Veterinários (Gaiv).

Temas como vacinação contra febre aftosa e brucelose; notificação obrigatória de doenças em animais; controle e prevenção de pragas quarentenárias; registro no Serviço de Inspeção Estadual (SIE-AM) e Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA); além de uso e comercialização correta de agrotóxicos estarão entre os temas disponibilizados ao público de forma didática e informativa.

O diretor-presidente da Adaf, Alexandre Araújo, destaca que a presença da autarquia na ExpoAmazônia é uma oportunidade de os amazonenses conhecerem de perto o trabalho desenvolvido pela instituição.

“Ao longo dos últimos anos, a modernização dos processos que envolvem a defesa agropecuária estadual tem sido um dos objetivos do Governo do Amazonas. Poder mostrar em uma feira de tecnologia com alcance nacional os nossos avanços é uma grande conquista”, destacou o gestor.

O evento conta com o apoio do Governo do Amazonas, da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), do Centro de Biotecnologia (CBA) e do Instituto de Conservação e Desenvolvimento Sustentável da Amazônia (Idesam). O evento tem como objetivo discutir, integrar e consolidar os Polos de Bioeconomia da região Amazônica, assim como, alavancar os Polo Digitais na região, como duas matrizes econômicas viáveis e sustentáveis para a manutenção da floresta Amazônica e desenvolvimento econômico e social dos povos da Amazônia.

A expectativa é que 15 mil pessoas circulem pela feira, ao longo dos três dias de exposições. No total, estão programadas 80 palestras, 120 expositores distribuídos em 60 estandes, e a disponibilização de 60 totens digitais.