Manaus, Sexta-Feira, 13 de Dezembro de 2019

Adaf participa de debate sobre plano estratégico para erradicação da peste suína clássica na zona não livre do País

13:46 - 07/08/2019

 

O Amazonas representado pela Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf), participa, em Brasília, durante esta semana, do debate sobre o plano estratégico para vigilância, controle e erradicação da peste suína clássica na zona não livre do país.

De acordo com o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), esta área é formada pelos estados de Alagoas, Amapá, Amazonas, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piaui, Rio Grande do Norte e Roraima, que estão sendo representados pelas superintendências federais de agricultura e pelos Serviços Veterinários Estaduais.

“ O objetivo geral é erradicar a peste suína clássica no Brasil para obter o status sanitário de país livre da doença. Para isso, o MAPA está validando um plano de ação com os serviços veterinários estaduais, no sentido de debatermos as ações que serão implementadas neste plano”, comentou a gerente de defesa animal da Adaf, Graziele Domingues.

Segundo a gerente de defesa animal da Adaf, a ampla área da zona não livre da peste suína clássica, abarca diferentes realidades socioeconômicas , ambientais e epidemiológicas, por isso, foi  necessária uma intervenção  regionalizada.

“O Amazonas tem agora um novo desafio, o de implementar no estado o Programa Estadual de Sanidade dos Suínos e atuar em conjunto com o Bloco III – Amazonas, Roraima e parte do Pará, na execução do plano estratégico para Brasil Livre de Peste Suína Clássica, para com isso, buscar para o Brasil o reconhecimento internacional”, comentou a medica veterinária e coordenadora estadual do Programa Nacional de Sanidade dos Suídeos (PNSS), Gigliola Pontes, que acompanha a gerente de defesa animal na reunião. 

Atualmente, as regiões do Sul, Sudeste e Centro-Oeste do País são livres da peste suína clássica, além da Bahia e Sergipe, na região nordeste, e Acre, Rondônia, Tocantins e parte do Amazonas na região norte.

Sobre a doença- A Peste Suína Clássica (PSC) é uma doença que não é transmitida aos humanos, mas traz grandes prejuízos econômicos para a suinocultura.