Manaus, Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018

Em Nova Olinda do Norte Adaf realiza vigilância ativa em bovino e bubalinos da região

08:15 - 21/06/2018

A Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), órgão integrante do Sistema Sepror, realizou vigilância ativa em propriedades rurais, no município de Nova Olinda do Norte , distante a 135 quilômetros de Manaus. A ação faz parte do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa), do Ministério de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e, para a manutenção do status do Amazonas livre de febre aftosa com vacinação, reconhecido pela Organização Mundial de Sanidade Animal (OIE). A atividade de defesa animal tem como objetivo examinar os animais susceptíveis à febre aftosa com exames de pata e boca.

Até a última semana 128 animais entre bovinos e bubalinos foram inspecionados de 17 propriedades rurais da região. Este número de animais representa 10% do rebanho do município. Nova Olinda do Norte possui mais de 8000 mil animais.

Prevenção- Para a prevenção da doença no Estado, a Adaf desenvolve anualmente as campanhas de vacinação contra febre aftosa, vigilância ativa e passiva, inquéritos soroepidemiologicos e atednimento imediato à notificação de suspeitas de doença vesicular

Sinais e Sintomas- A Febre aftosa caracteriza-se por febre e lesões na boca, narinas, focinho, patas ou tetas. Os sinais clínicos típicos incluem depressão, perda de apetite, salivação excessiva, corrimento nasal, diminuição da produção de leite, claudicação (manqueira) e dificuldade de locomoção. Em bovinos, lesões orais são comuns com vesículas na língua, gengivas, narinas ou focinho. Lesões de casco são encontradas no espaço interdigital. Em suínos, as lesões de casco são geralmente severas, “andar de joelhos.” Vesículas também podem ser detectadas no focinho. Ovinos e caprinos, quando apresentam sinais de febre, lesões orais e claudicação, são Leves.

Ações recomendadas na suspeita de febre aftosa- Uma resposta rápida é de importância vital na contenção de um foco de febre aftosa. O serviço oficial do município (ADAF) deve ser imediatamente informado quando for observado qualquer animal com algum sintoma ou sinal característico suspeito de doença vesicular. Mesmo que você não seja o proprietário, comunique de forma imediata às Unidades Locais (UVLs) ou Escritórios de Atendimentos (EACs) da ADAF.