Manaus, Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018

Sistema Sepror realiza abertura do calendário de vacinação contra a febre aftosa em Careiro da Várzea

17:00 - 17/03/2018

O Sistema Sepror, composto pelos gestores e represetantes da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Amazonas (Adaf), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário Florestal e Sustentável do Amazonas (Idam), Secretaria Adjunta de Política, Agrícola, Pecuária (Seapaf/Sepror), realizaram neste sábado, 17, a abertura do calendário de vacinação contra a febre aftosa, no município de Careiro da Várzea, distante a 19 quilômetros de Manaus.

Careiro da Várzea anualmente produz mais de 6000 mil litros de leite. Estima-se, na região um rebanho de aproximadamente 60 mil bovídeos (bovinos e bubalinos). A meta da Adaf é imunizar 100% do rebanho nesta primeira etapa da campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”. Ao todo 981 produtores da região estão envolvidos com a bovinocultura de corte e leite.

Sérgio Muniz, diretor da Adaf destacou que o município de Careiro da Várzea desencadeou todo o trabalho de Defesa Agropecuária no Estado do Amazonas. No Amazonas, o último foco da doença foi registrado em 2004, no que, resultou restrições e prejuízos econômicos, inúmeras famílias e comunidades rurais foram afetadas negativamente com a proibição do trânsito de animais, seus produtos e subprodutos, acarretando um grande impacto social.

“Desde então temos dado muita atenção nesse sentido, reforçando a campanha de vacinação, orientado os produtores para imunizar seu rebanho. Talvez o foco da doença naquela época foi necessário para termos olhos voltados para a defesa agropecuária do Amazonas”, destacou.

Para o diretor técnico do Idam, Airton Schneider reafirmou total apoio do órgão no município e de todo o Sistema Sepror (IDAM, ADAF, ADS, SEPA e SEAPAF) . “Estamos aqui neste simbólico município que em 2004 percorreu o mundo com a notícia da presença da zoonose perigosa que é a Febre Aftosa para reafirmar o compromisso institucional unidos com a ADAF e todo Sistema SEPROR e os pecuaristas locais buscarmos o maior alcance de cobertura vacinal, protegendo nosso plantel do estado”, destacou

O evento organizado pela Unidade Veterinária Local (UVL), da Adaf e do Idam no município, em parceria com a prefeitura municipal contou com a presença do diretor-presidente da Adaf, Sérgio Muniz, o diretor técnico do Idam, Airton Shenaider, o secretário adjunto da Seapaf/Sepror, Fernando Vieira, o presidente da Federação de Agricultura e Pecuária (FAEA), Muniz Lourenço e o diretor técnico da Superintendência Federal de Agricultura no Amazonas (SFA-Am), Guilherme Pessoa. Pecuaristas e produtores rurais e lideranças do município participaram da abertura da campanha.

Queijaria na área de Várzea – Durante o evento os representantes do Sistema Sepror puderam conhecer a estrutura da Queijaria Artesanal Sasahara, situado no Rio Solimões, margem direita de Murumurutuba, na Comunidade Cristo Ressuscitado, no Careiro da Várzea. O empreendimento idealizado por Janio Kodi Sasahara demonstra a agricultura familiar presente no município.

“Envolvi toda a minha família no nosso empreendimento. Desde quando me regularizei melhoramos consideravelmente nossa produção. A produção aumentou e gerei mais lucro”, destacou Sasahara.

A queijaria é modelo na produção de leite e consequentemente do queijo. O responsável possui ordenha higiênica. Segundo Sasahara, a produção de leite chega a 40 litros dia. O responsável do estabelecimento recebeu o certificado do Serviço de Inspeção Estadual (SIE), em novembro de 2017, por meio da Adaf. Esse certificado garante a sanidade higiênica do produto e o selo de qualidade.

“Nesse momento em conhecer a estrutura de queijaria do seu Sasahara podemos observar que não existe o proibido. O que existe é maneira correta de fazer. Isso solidifica a agricultura brasileira e renova nossas esperanças como governo”, pontuou o secretário adjunto da Seapaf, Fernando Vieira.